sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

GANHOS, PERDAS E DANOS


Após uma semana deste “Diálogos BDSM”, contabilizo alguns números que me incentivam continuar escrevendo o blog:

  • Mais de 650 visitas;

  • Quase 50 comentários, promovendo o objetivo que é o diálogo franco e construtivo sobre temas pertinentes ao BDSM;

  • 08 acompanhantes da página; e

  • Oportunidade de conhecer e dialogar com diversas pessoas incríveis, inteligentes e sensíveis.

Além disso, é fundamental o agradecimento a *haya* e a {Vita}_ST, que foram de uma generosidade imensa, ajudando a construção visual da página e convidando inúmeros conhecidos a conhecerem o “Diálogos”. Muito obrigado!

Mas também contabilizei perdas e danos, e é sobre isso que eu gostaria de escrever, e depois dialogar...

Os anões de chicote e coleira

Não se entusiasme imaginando que vou falar do fetiche de uma anãzinha ou de um anãozinho participando de uma sessão, sonhando com um deles na coleira lambendo os seus pés, ou com um chicote nas mãozinhas espancando a sua bunda.

O que eu quero falar são daqueles anões do BDSM, que demonstram pelos seus atos e palavras, uma baixeza sem tamanho!

Como falei uma vez com *haya*, em um dos papos que tivemos:

"Faz parte da mesquinhez e da pequenez de gente comum. Uma vez que não me considero ou te considero comum, eu acredito que tudo tem a sua hora, e que no momento oportuno, as ações e os fatos vão demonstrar a estatura de cada um. Não adianta o anão ficar tentando subir no banquinho para parecer mais alto. Na hora que esse anão quiser andar, ele vai demonstrar que apesar do desejo dele ser grande,vai continuar um anão..."

Não vou dizer que nunca me senti usando a roupa do diabo, uma vez que já cometi erros de ação ou de avaliação dentro das minhas relações. Errar é humano e todos nós, sem qualquer exceção, “Tops” e “bottoms”, já cometemos erros brabos, inclusive daqueles que nos enchem de vergonha. Mas temos o brio, que nos leva a tentar repararmos ou arrependermo-nos desses erros.

Nesta semana que passou, eu conheci por aqui interlocutores cheios de brio. Será que temos também a grandeza de saber perdoar quem também já nos demonstrou um dia, ou demonstra que tem brio? Ou vamos ficar "chorando" as perdas e danos?



9 comentários:

  1. Darei a minha resposta de duas formas Sr.

    Primeira:
    Há muito tempo atrás, eu era uma menina mulher nos meus 22 anos, li um texto e pensei muito nele e jurei a mim mesma que criaria meus filhos tendo essa visão.
    O olhar de cada estação, onde as folhas caem e depois ficam os galhos em sua imperfeição aos nossos olhos, aprendi que ali julgamos nossos atos, hora de aparar as arestas de nossa vida tb, existe esse momento.
    Depois nascem as folhas, flores, frutos e a beleza em sua essência, aparamos nossas arestas, florimos e nascem os frutos.
    Assim tb é em tudo em minha vida e tb criei meus filhos assim, nunca dê somente uma das estações para uma pessoa lhe mostrar quem é, deixe que talvez em uma nova estação ela lhe dê flores.
    Existem pessoas que vc pode dar todas as estações e nela ver somente a destruição das folhas, flores e frutos.
    Gostam de estragar o que foi cultivado, preferem olhar o jardim do outro cheio de borboletas, flores coloridas e se possível destruí-las, não pensam jamais que se olharem o próprio jardim em vez de invejar o do outro tb terão flores e lindas borboletas, se ela fizer isso automaticamente as plantas irão crescer e poderá ver as cores que ali irão dar vida a sua casa .
    Existem aqueles que tem como meta à destruição, infelizmente qdo essa pessoa chega a errar com mtos, está destruindo as estações que lhe foram dadas em confiança e carinho, deixa a sua marca na poeira que fica por onde passam, destroços.
    Senhor é mto fácil perdoar qdo enxergados ações diferentes desse ser, mas digo que tb é mto difícil qdo aquele ser vai deixando tb as marcas nas pessoas que amamos e causando dor e destruição em outras vidas.
    Seguir tb é mto fácil qdo deixamos de nos importar com aqueles que temos respeito, mas para seguir de forma justa é necessário tb ver que essas pessoas que nos são importantes tb fazem sua caminhada plena.
    É fácil ser feliz e tb passar felicidade, é fácil orientar, é fácil caminhar junto, desde que pessoas que já queimaram todas as estações não venham tentar destruir a nova semente de felicidade que germina ao seu redor, marcando com sua maldade tb as pessoas que partilham a sua caminhada, seu jardim.

    Segunda:

    A FELICIDADE PODE DEMORAR

    Às vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.

    Às vezes nos falta esperança.

    Às vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida dolorosa.

    Às vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar... é nossa razão de existir.

    Às vezes estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna o nosso destino.

    Às vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa.

    Às vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um por do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.

    Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade.

    Você entende que o que para você era amizade, para outros era apenas conveniência, oportunismo.

    Você descobre que “algumas” pessoas nunca disseram “eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas ”transaram “... descobre também que outras disseram "eu te amo” uma única vez e agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-los a reconstruir um coração quebrado.

    Assim ao conhecer alguém, preste atenção no caminho que essa pessoa percorreu, são fatores importantes...

    Não deixe de acreditar no amor, mas certifique se de estar entregando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manifeste suas idéias e planos para saber se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos, aquele abraço vale mais que qualquer palavra...

    Esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá restar.

    Aproveite sua família que é uma grande felicidade, quando menos esperamos iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas.

    Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, manter um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco, pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será ainda mais intenso, do que teria sido no passado.

    Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas vezes isso é necessário, existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo.

    Não procure querer conhecer seu futuro antes da hora, nem exagere em seu sofrimento, esperar é dar uma chance a vida para que ela coloque a pessoa certa em seu caminho.

    “A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna”.

    “A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é, que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...”.

    Luís Fernando Verissimo

    ResponderExcluir
  2. Senhor qto ao agredecimento, sabe que não precisa faze-lo, a lealdade com que temos compartilhado momentos de conversas, onde trocamos pensamentos tem sido de valor inestimável.
    Fizemos tudo o que achamos precisar aqui pelo valor que o seu bem querer tem para nós.
    Eu que tenho mto que agradecer.
    E o Senhor como moderador está fazendo a diferença por sua capacidade e sensibilidade.
    Bjs em seu coração.

    ResponderExcluir
  3. Sr Doutrinador,
    foi e é um prazer colaborar com sua iniciativa e trocar aqui, é um lugar onde nos sentimos à vontade para dialogar por ser o anfitrião alguém a quem respeitamos.
    Quanto à sua questão, acredito que perdão é lucro para quem dá, eleva a alma, nos faz mais humanos e próximos de quem errou pq com certeza todos tropeçamos um dia.
    Há uma frase que gosto: "O erro é humano, o perdão é divino".
    O perdão liberta... e acredito que liberte mais a quem perdoou que a quem foi perdoado.

    ResponderExcluir
  4. Em apenas 4 dias e pouco, desde que postei este tópico nos "Diálogos BDSM", quantas coisas se confirmaram, daquilo tudo o que escrevi.
    E confesso: em apenas 4 dias, decepcionei-me profundamente!
    Não pelos atos vis de anões que já falei. Esses atos que ocorreram ou vieram a ser conhecidos nos últimos dias, eram esperados a qualquer momento. A velha estória de anões subindo em banquinhos, procurando demonstrar uma estatura que não tem, nunca tiveram e nem jamais terão.
    Na verdade, decepcionei-me com as reações a esses atos, e que derivaram em outras reações (inclusive algumas minhas).
    Tudo isso me levou a questionar o que falei sobre o brio. Inclusive, o meu próprio brio...
    Em apenas 4 dias, tenho a sensação de que os ganhos foram infinitamente inferiores às perdas e danos que alguns colheram. No meu caso particular, confirmo a decepcionante colheita. E esse resultado que obtive tem um sabor muito amargo!
    Decidi portanto fazer um balanço geral na minha vida BDSM, analisar os rumos e prioridades do Doutrinador. E nesse balanço que faço, está o questionamento se este blog deve ou não continuar. À partir do instante que denominei-o “Diálogos”, decidir sobre ele não compete mais somente a mim, mas a todos os envolvidos nessas conversações. Vamos continuar esta conversa?

    ResponderExcluir
  5. Todos tivemos perdas nesses dias e o sabor amargo da não compreensão de mtas coisas e tudo girou como uma bola de neve para mtos em consequência da maldade que afetou vidas.
    Agora o acalmar de sentimentos se faz necessário, se cada um pegar somente o que sentiu isto se tornará novamente uma bola de neve,compreender sentimentos e dores sentidas tb se faz necessário.
    Ou não seremos diferentes de quem fez as ações que a mtos chocam hoje.
    O olhar de carinho fará mta coisa mudar.
    Causa e efeito nem sempre é uma coisa boa.

    ResponderExcluir
  6. Tenho testemunhado muitas perdas e muitos danos em um universo onde deveria prevalecer o prazer, jogos de adultos onde as pessoas mergulham para viver seus fetiches e fantasias... o que me faz entender cada vez menos o caráter de algumas pessoas e suas ações perversas contra outras.
    Quando me deparo com essas situações (e isso está se tornando cada vez mais frequente) me pergunto se o meio BDSM não facilita a entrada de loucos e pessoas sem caráter, por permitir que cada um viva livremente suas fantasias e pessoas de mente criminosa conseguem facilmente se infiltrar por isso.
    Como nos proteger disso? Como saber onde está a seriedade e o serial killer de alma?
    É desanimador e lastimável o que vem acontecendo e é uma pena que as pessoas se calem para se proteger e acabem assim protegendo mentes criminosas.
    Caso de difícil solução, uma vez que essas pessoas estão protegidas pelos seus vários nicks, perfis e afins.
    Desanimador...

    ResponderExcluir
  7. Continuando...
    No meio de tantas perdas que tenho testemunhado, a iniciativa do "Diálogos" é uma possibilidade de discutirmos essas questões e ficaria muito feliz de continuar essa conversa.
    Saudações, Sr Doutrinador!

    ResponderExcluir
  8. "Perdas e Danos"...
    Em tudo na nossa vida temos as perdas e danos, talves no mundo BDSM, a sentimos mais exatamente pelo que Vita disse, por aqui ser um mundo livre, e no meu caso quando vejo a palavra livre, me vem coisa boas,mas nem sempre é assim e com isso vem as decepções.
    Porém se deixarmos as decepções nos abalarem, onde iremos parar? Na minha concepção eu vejo que as decepções tem que me fortalecer...SEMPRE! Pois não é só com as alegrias que nos fortalecemos, as mágoas, tristezas e decepções é que me fazem mais forte para lutar conta as injustiças. E tenho visto, mesmo neste pouco tempo de BDSm, que elas são muitas. Mas se nos fecharmos em conha, vamos dar as pessoas que nos ferem a oportunidade de continuar a fazer isso com outras pessoas.
    O que precisamos mesmo, e sendo ate repetitiva, é separar o trigo do jóio.Muitas vezes quando estamos fragilizados, nos enganamos com as atitudes das pessoas, ou nós mesmos, ajudamos a esta pessoa se enganar. São as atitudes que geram outras atitudes.
    Eu acho que o Blog deve continuar sim, pois aqui, vamos refletindo, dialogando, trocando experiências e nos fortalecendo.
    Senhor Doutrinador! Balanço acho que devemos estar sempre fazendo... Constantemente...
    Se os ganhos, foram menores que as perdas vamos pegar os ganhos e guarda-los com carinho, e as perdas, fazer de cada, uma lição, um novo aprendizado, e não motivos para nos desequilibrar.
    A vida é assim!! Ganhamos, perdemos..Não podemos nunca e desistir de ser feliz!!!
    Não podemos deixar que nos vençam.. Somos fortes!!!

    ResponderExcluir
  9. Boa Noite, eu preciso de uma informação e acho que você pode me ajudar. Irie apresentar um teatro na qual eu serei a Anfitriã, mas não to conseguindo achar nada sobre o assunto, as coisas que achei até agora foram muito vagas e não me passaram a idéia que preciso. Ficaria muito grata se você pudesse me ajudar, meu e-mail é camila.bracioli@gmail.com e meu msn é cabracioli@hotmail.com.
    Muito obrigada desde já

    ResponderExcluir